A Solidão dos Números Primos

solidao dos numeros primos
Não é vulgar um livro reunir o consentimento de ambas as partes, mas A Solidão dos Números Primos, o primeiro romance do jovem escritor Paolo Giordano, é consensual: trata-se de uma das mais interessantes estreias literárias dos últimos anos.

Vencedor da 62ª edição do Prémio Strega e com uma menção honrosa na edição de 2008 do Prémio Campiello, dois dos mais prestigiosos galardões da literatura italiana, A Solidão dos Números Primos já vendeu mais de 1.000.000 exemplares e não pára de conquistar leitores em todo o mundo.

Os direitos para adaptação ao cinema também já foram vendidos e 2009 deve marcar o início da rodagem do filme inspirado na história de Alice e Mattia.

A história do livro, tal como o título, é forte e dramática, inquietante e surpreendente. A Solidão dos Números Primos conta a história de Alice e Mattia, ambos vítimas de experiências pessoais trágicas e cujas vidas acabam por cruzar-se.

Dois números primos, na realidade. Duas vidas tão próximas quanto distantes. Dois jovens que amadurecem ao longo da história e guiam o leitor ao longo de gerações distintas, vivenciando momentos de ternura, tristeza, desconsolo e tenaz esperança.

Segundo o autor, o romance resultou das “sugestões iniciais vindas de histórias de amigos, pessoas próximas”. Para a escrita do livro, Paolo Giordano referiu ter usado a matemática “como uma base metafórica e como método: o método matemático permite ser rigoroso, sério, veloz, constante”.

O resultado? Um romance delicado e terrível.

Sobre Paolo Giordano

Paolo Giordano nasceu em Turim em 1982, filho de um ginecologista e de uma professora de Inglês. Tem uma irmã, Cecilia, mais velha do que ele três anos. Licenciou-se em Física na Universidade de Turim, onde ganhou uma bolsa de doutoramento em Física de Partículas. Vive em San Mauro.

Chancela: Bertrand Editora
272 Páginas | PVP: 16,50 €
Disponível a partir de 23 de Janeiro

Comentários

  1. Silvana Urzini - Instituto Italiano de Cultura diz:

    O escritor Paolo Giordano, convidado pela Bertrand Editora e pelo Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, estará presente no dia 4 de Fevereiro pelas 18h30 no Instituto Italiano de Cultura, Rua do Salitre, 146 em Lisboa para o lançamento da edição portuguesa do romance “A Solidão dos Números Primos” (La Solitudine dei Numeri Primi). O livro será apresentado pelo escritor Jorgé Reis-Sá.

  2. Bruno Macedo diz:

    O Clube de Leitores da livraria Bulhosa do Oeiras Parque, vai debater o livro – A Solidão dos Números Primos – dia 18 de MArço, às 21h, com orientação de Anabela Mota