Alma minha gentil que te partiste

Alma minha gentil que te partiste, um dos mais belos poemas camonianos, dedicados à sua amada, Dinamene.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *