Leonor de camisinha

Na continuação das adaptações feitas pelos alunos do 9ºano ao poema camoniano, Descalça vai à Fonte, Leonor é agora uma mulher sem qualquer pudor…embora bem mais segura…

Leonor de Camisinha
Descalça vai ela
Sempre sorridente
Caminhando formosa,
Sempre contente.

Leva rede na perna,
Camisinha para a ocasião,
Sempre pela berma,
A abanar o bujão.
Traz com ela o receio,
De apanhada ser,
A trair o amado,
Ao satisfazer o seu prazer.

Em seus olhos, nenhum pudor,
Em suas mãos, procurando um falso amor.
Tão linda Leonor
Não sente frio, mas furor.
É muita a formosura,
Mas com camisinha está sempre segura.

Trabalho do 9ºE (2010/2011):
Beatriz Araújo
José Dias
Raquel Afonso
Ana Paz